5 mitos da nutrição que você achava que fossem verdades

Uma amiga diz uma coisa, na televisão dizem outra, e aí é uma perfeita confusão. Inventam uma história, demonizam um alimento, criam superstições e a blogueira passa uma informação completamente errada. E aí, o que será que é verdade e o que é mentira? Que condutas devo seguir? Quantas vezes vemos por aí frases de efeito que chamam a atenção e conteúdos duvidosos que não possuem nenhum tipo de embasamento científico?

Não há fórmulas mágicas, nem existem teorias mirabolantes, a verdade é simples: o melhor é sempre ir atrás de informações e fontes seguras, e falar com seu nutricionista de confiança para tirar as suas dúvidas.

Veja a seguir alguns mitos da nutrição:

1. O leite é inflamatório

(Fonte: gettyimages)

Com certeza alguém já falou para você que o leite era inflamatório e que você não deveria tomá-lo, mas isto é uma informação equivocada. Estudos indicam que não houve alterações pela proteína C reativa com a ingestão de leite. O leite só faz mal e deve ser evitado por pessoas intolerantes à lactose e alérgicos à proteína do leite, a caseína.

2. Shots para a imunidade não melhoram o sistema imunológico

a(Fonte: gettyimages)

Bom, vamos lá: o que normalmente encontramos em um shot para turbinar a imunidade? Uma verdadeira bomba de vitaminas e minerais que estão presentes nestes alimentos: gengibre (imunomodulador e anti-inflamatório), cúrcuma (potente agente terapêutico e nutracêutico), própolis (anti-inflamatório e antioxidante) e limão (vitamina C).

Estes realmente são alimentos muito importantes para que o sistema imunológico fique mais resistente, previnem infecções e processos inflamatórios. Vale ressaltar que nada é milagroso — apenas tomar o shot e não ter uma vida regrada e saudável não vai adiantar, e este shot funciona apenas a longo prazo.

3. A maneira correta para fazer uma desintoxicação do organismo é com suco detox

a(Fonte: gettyimages)

Nunca! Concordo que o chamado suco detox pode ser supernutritivo e interessante para inserir na dieta, pois é composto por frutas, legumes e verduras, e nele há grande quantidade de vitaminas, minerais e fibras.

Mas nem de longe ele desintoxica nossa organismo, pois ele mesmo realiza essa “desintoxicação” por meio dos rins, do fígado e do intestino, que jogam tudo o que não presta para fora. Por isso, o melhor detox é beber muita água e ter uma alimentação equilibrada.

4. A melhor maneira de descongelar carne é a deixando fora da geladeira e depois, sempre é bom lavá-la

a(Fonte: gettyimages)

Não é prudente descongelar carnes ou qualquer outro tipo de alimento fora da geladeira, isso porque o tempo do descongelamento continua sendo longo e o produto fica em temperatura ambiente por muito tempo, potencializando a proliferação de bactérias. Então o certo é descongelar sob uma temperatura constante, baixa, dentro da geladeira.

Lavar o frango e passar uma água na carne ou no peixe não são procedimentos corretos, pois isso só irá ajudar na contaminação do local e aumentar a proliferação de bactérias. É muito importante sempre manter a higiene na cozinha. Por exemplo, quando estiver mexendo com carnes, não chegue perto da salada que você já lavou, pois ela pode se contaminar por bactérias da carne crua.

5. O emagrecimento se deve a uma dieta restrita

a(Fonte: gettyimages)

Totalmente errado. Uma dieta restrita só vai gerar maior ansiedade e, consequentemente, compulsão alimentar. O processo de emagrecimento não se dá devido à restrição de alimentos e calorias, mas sim a uma adequação da alimentação (quantidades corretas de macro e micronutrientes) e outras práticas benéficas, como reeducação alimentar, prática de exercício físicos, hidratação de maneira correta, higiene do sono, e, claro, déficit calórico.

Gostou? Comenta aqui oque Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você irá ler nesta matéria