Maíra Cardi polemiza ao dizer que dieta zera genes de doenças

Enquanto o marido Arthur Aguiar está confinado no BBB 22, Maíra Cardi segue dando o que falar fora da casa. Em entrevista ao programa “Hora do Faro”, na Record TV, a coach nutricional afirmou que, antes de engravidar, ela e o marido fizeram uma dieta específica com o objetivo de gerar uma “modulação epigenética” para evitar que a filha nascesse com qualquer gene de doença.

Crédito: Reprodução/Instagram/mairacardiMaíra Cardi provocar reações de especialistas ao falar que fez dieta específica antes da gravidez para “zerar’ genes de doenças da filha

“Eu fiz modulação epigenética antes de engravidar. Muita gente não sabe o que é, então, vou fazer uma explicação leve. É quando você e seu marido mudam a alimentação antes da gravidez para zerar a genética de doenças”, disse.

“Câncer, diabetes… Qualquer doença vem zerada. Aí, o seu filho nasce sem nenhum gene ruim de doenças. São 6 meses com essa alimentação. É muito maravilhoso”, complementou.

É claro que seguir uma alimentação saudável durante a gravidez vai ajudar na saúde da criança, porém, isso não impede que o bebê herde a genética da doença dos pais.

A afirmação da influenciadora digital causou diversas reações nas redes sociais, inclusive de geneticistas.

No Twitter, a diretora do Centro de Estudos do Genoma Humano e células-tronco e INCT sobre envelhecimento: doenças genéticas, genômica e metagenômica, Mayana Zatz, condenou a fala.

“Acabo de ouvir uma entrevistada na TV Record falando de modulação epigenética para evitar doenças genéticas antes de engravidar. Isso é um absurdo, uma desinformação perigosa aos ouvintes do programa”, publicou.

A nutricionista Cássia Bonar foi além e disse que “o charlatanismo de Maíra Cardi rompeu os limites da Nutrição e agora invade a Genética”. E” sabe o que acontece? Nada. Se fosse uma profissional provavelmente seria denunciada, mas como não é, alicia os incautos”, disse.

O que é a epigenética?

A epigenética é uma área emergente de pesquisa científica, que consiste no estudo das modificações das funções genéticas que são herdadas, mas que, por sua vez, não alteram a sequência do DNA do indivíduo. Em resumo, refuta-se a antiga ideia de que os genes são imutáveis.

De fato, a ciência sabe que fatores externos como a radiação, agrotóxicos e a dieta podem influenciar no processo químico em torno dos genes, mas essa influência ambiental teria mais força para alterar própria marcação de genes do que a dos descendentes. E ainda assim é um processo que ainda não está claro como acontece.

Gostou? Comenta aqui oque Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você irá ler nesta matéria