Rotação de culturas: entenda os benefícios da prática para o solo de sua plantação

São Paulo, 12 de maio de 2022, por Gabriel Morais — Saiba mais sobre a rotação de culturas hoje no Agro Notícias. Mas não se esqueça, antes de ver mais sobre isso, de dar uma olhada nas diversas matérias do site, para se informar sobre tudo.

A rotação de culturas é uma das técnicas agrícolas mais importantes para manter o solo, em especial para pequenas e médias lavouras. Como mostra a Wikipédia essa técnica pode diminuir a exaustão do solo, tornando-o mais limpo e rentável. As expectativas para o futuro são bem positivas quanto ao aumento de culturas rotativas, conforme elas se mostram cada vez mais essenciais para o solo.

Assim, leia mais: Como tirar ferrugem de chapa de lanche: saiba exatamente o que fazer para tirar a oxidação

Importância da rotação de culturas

Conforme Viviane Taguchi da Globo Rural, 7 de março de 2014, o sistema de rotação de culturas pode revolucionar uma plantação inteira. Se aplicado corretamente, esse sistema pode influenciar na qualidade do solo e dos produtos, além de prover mais nutrientes. Além disso, uma cultura rotativa pode economizar um grande gasto com fertilizantes. Isso pode, inclusive, diminuir problemas com poluição de rios e degradação do solo.

Isso acontece porque as culturas rotativas permitem que os nutrientes retirados do solo sejam alternados, a depender do tipo de lavoura. Por exemplo, uma plantação de tomate retira certos tipos de nutriente que uma de milho, plantada em outra estação, pode repor. Assim, os mais diversos tipos de plantação são capazes de se intercalar, impedindo a desnutrição do terreno.

Portanto, confira também: 7 hortaliças que podem ser plantadas em vasos: conheça as ideais para quem dispõe de pouco espaço

Rotação de culturas – Foto: Pexels

Técnicas e como rotacionar

As maneiras de se fazer a rotação são das mais diversas, mas todas dependem de um bom estudo e planejamento. É preciso entender quais nutrientes cada tipo de plantio retira ou repõe na terra, para assim traçar uma rotação sustentável. Quanto maior a variação, melhor será. Mas é preciso notar que certas lavouras não coincidem por conta da diferença nas épocas de plantio.

Assim, a rotação de culturas deve ser feita primeiro em pequenas escalas e depois em maiores, sendo difícil fazer em agriculturas intensivas. Mas, difícil não é impossível. Assim, você pode ter um cultivo sustentável e para vendas utilizando a rotação e poupando o solo de desgaste. Se achou a matéria útil, não se esqueça de compartilhar com amigos e conhecidos.

Ademais, leia também: Suco detox para emagrecer: 3 opções saborosas para te ajudar com a balança​

Gostou? Comenta aqui oque Achou!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você irá ler nesta matéria